• 16/06/2024

Bolsonaro diz que vai ficar calado e pede para não comparecer a depoimento na PF

A defesa de Jair Bolsonaro (PL) enviou uma manifestação ao Supremo Tribunal Federal (STF), nesta terça-feira, 20, para que o ex-presidente não precise comparecer ao depoimento marcado na Polícia Federal para a próxima quinta, 22. Segundo o pedido, Bolsonaro permanecerá calado durante a oitiva, por isso, não precisaria comparecer.

Veja também

Israel declara Lula persona non grata após fala sobre holocausto

Este é o segundo pedido da defesa para que haja mudanças no depoimento. Na segunda-feira, 19, o ministro Alexandre de Moraes rejeitou a proposta de que fosse adiado o depoimento à PF.

Leia também   Pandemia obriga Planalto a realizar cerimônia enxuta de 7 de Setembro

A defesa do ex-presidente pediu para que ele não prestasse depoimento ou fornecesse declarações adicionais até que tivesse acesso intgral aos autos da operação. Ao negar o pedido, o ministro disse que a alegação não procede.

Os advogados de Bolsonaro tiveram, também na segunda-feira, acesso integral aos elementos de prova já documentados nos autos, com exceção das diligências em andamento e dos elementos constantes na colaboração premiada de Mauro Cid, seu ex-ajudante de ordens.

Nesta decisão, Moraes ressaltou que é do direito do investigado permanecer em silêncio parcial ou total – estratégia que deve ser adotada por Bolsonaro segundo a defesa.

Leia também   Reeleição de Rafael Prudente, para presidência da CLDF, agora já conta com 21 apoios

O depoimento marcado para esta quinta acontece no âmbito da investigação deflagrada na Operação Tempus Veritatis, que apura tentativa de golpe de Estado e de abolição violenta do Estado Democrático de Direito.

(Portal Terra)

Read Previous

5 tendências de vestidos para ficar de olho em 2024!

Read Next

Por que a Apple não recomenda que você coloque seu iPhone no arroz