• 4 de março de 2024

É hora de deixar a máscara de lado e não a responsabilidade

Por Fabiana Oliveira 

Na última quinta-feira, dia 10 de março, o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), liberou por meio de decreto a obrigatoriedade do uso de máscara em ambientes fechados. Coincidentemente, a decisão de Ibaneis foi tomada justamente no dia em que se completou dois anos após a OMS ter anunciado que o mundo estava diante de uma pandemia.

Veja também

A mulher tem que participar mais da política

Ibaneis Rocha esperou a população atingir um patamar de cobertura vacinal considerado de segurança pelas autoridades sanitárias e também a diminuição dos números de casos confirmados e mortes por Covid-19 para poder flexibilizar o uso da proteção facial.

Leia também   Sputnik V feita no Brasil será exportada para América Latina

A decisão da livre escolha da população em usar ou não as máscaras em ambientes abertos ou fechados levantam muitos questionamentos e geram incertezas. Mas, a ciência está aí para nos direcionar rumo ao melhor caminho.

Mesmo estando num momento mais ameno da pandemia, não podemos esquecer que o vírus ainda está por aí e o contágio pode acontecer como bem frisou o governador Ibaneis ao anunciar que o GDF iria dispensar o uso obrigatório de máscara.

Diante de não saber se está tomando a decisão correta de usar ou não as máscaras, o mínimo que se pode esperar, após dois anos convivendo com a pandemia, é que a população saiba o tamanho de sua responsabilidade e tenha consciência dos cuidados que devem ser tomados ao sair às ruas ou adentrar num ambiente fechado.

Leia também   BOLSONARO OU LULA? | Eleitor brasileiro tem a difícil missão de escolher entre ‘o menos pior’ para governar o País no próximo domingo (30)

Na dúvida, use máscara.

Read Previous

Ucranianos e russos destacam avanços significativos em negociações

Read Next

Nascidos de 1968 a 1983 podem agendar saque de valores esquecidos