• 3 de agosto de 2021

É falso o banner que circula em aplicativos de conversa sobre vacinação contra a mening

Um banner com informações sobre a vacinação contra meningite ACWY está circulando em grupos de aplicativos de conversas. Entretanto, a Secretaria de Saúde esclarece que se trata de uma Fake News e que a pasta não foi responsável pela divulgação desse conteúdo que, inclusive, traz informação errônea sobre o público-alvo da vacina.

Veja também

Governo assume em julho a gestão do transporte de passageiros do Entorno

A vacina meningocócica ACWY protege contra quatro subtipos – A, C, W e Y – da meningite meningocócica. Entre os sorogrupos com importância epidemiológica na distribuição da doença, destacam-se seis: A, B, C, Y, X e W.

Desde 2020, o Ministério da Saúde incorporou esse imunizante no Calendário Nacional de Vacinação. A vacina está disponível como rotina nas salas de vacina do Sistema Único de Saúde (SUS) sendo indicada para adolescentes de 11 e 12 anos. “Devem receber uma dose todos os adolescentes de 11 e 12 anos de idade, como reforço ou como dose única, a depender da situação vacinal encontrada”, orienta a enfermeira da área técnica de imunização da Secretaria de Saúde, Fernanda Ledes. “A imagem que está circulando fala em adolescentes de 11 a 14 anos, mas o correto é a faixa etária mencionada anteriormente: 11 e 12 anos”, alerta.

Leia também   OPERAÇÃO SOSSEGO | Durante o fim de semana, Detran-DF flagrou 29 motociclistas com escapamento irregular

Além desse público, a especialista explica que também é indicada para alguns públicos específicos acima dos 12 meses de idade, como pessoas com HIV/AIDS, imunodeficiências congênitas e adquiridas, doenças neurológicas incapacitantes, entre outras. Esses grupos devem procurar um dos Centros de Imunobiológicos especiais (CRIE) do Distrito Federal, portando relatório médico que comprove a condição de saúde.

 
A doença

A meningite é uma inflamação das meninges, membranas que revestem o cérebro e a medula espinhal, e pode ser provocada por vírus, bactérias, fungos e alguns parasitas. “Manter a caderneta de vacinação em dia é a melhor forma de se prevenir contra a meningite”, indica a enfermeira.A meningococo é uma das principais bactérias causadoras da meningite. Segundo Fernanda, os indivíduos podem variar do quadro de portadores assintomáticos ao desenvolvimento da doença, que pode levar a óbito. “Devido a sua gravidade, evolução rápida e potencial de causar epidemias, a doença meningocócica é tida como um problema de saúde pública, sendo uma importante causa de morbimortalidade no mundo”, destaca.

Leia também   Detran-DF promoverá leilão de bens patrimoniais

Além da vacina meningocócica ACWY, há mais cinco que protegem contra diversos tipos de meningites: vacina meningocócica C conjugada, vacina pneumocócica conjugada 10 valente, vacina pentavalente, vacina BCG e vacina tríplice viral.

Saúde Sem Fake News

Recebeu uma notícia suspeita? Desconfie e, na dúvida, não compartilhe! A página Saúde Sem Fake News foi criada para que esse tipo de conteúdo possa ser checado e devidamente esclarecido. Caso receba alguma informação sobre a Secretaria e achar que é falsa, pode remetê-la pelo aplicativo WhatsApp no telefone (61) 99252-3540.

Leia também   Campanha de vacinação contra gripe já atingiu 73% do público-alvo no DF

Vale destacar que o canal não funciona como um SAC ou tira dúvidas dos usuários, mas um espaço exclusivo para receber informações virais, que serão apuradas pelas áreas técnicas e respondidas oficialmente neste espaço se são verdade ou mentira, bem como amplamente divulgadas em nossas redes sociais.

(Agência Saúde DF)

Read Previous

Distritais comemoram destinação de vacinas a profissionais da segurança privada

Read Next

Sancionada lei que prorroga regra de reembolso e remarcação de passagem