• 3 de dezembro de 2020

DF Sem Miséria: 58,7 mil famílias recebem benefício em outubro

O auxílio é pago mensalmente, seguindo o calendário nacional do Bolsa Família. A folha ficou em R$ 8.047.540,00

A Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) iniciou nesta terça-feira (20) o pagamento do DF Sem Miséria. No total, 58.771 mil famílias serão contempladas neste mês de outubro pelo programa de transferência de renda do Governo do Distrito Federal. O pagamento segue até o dia 31 deste mês, de acordo com o calendário nacional do Bolsa Família. A folha do benefício ficou em R$ 8.047.540,00.

Leia Mais

Aprovada prestação de contas do primeiro ano da gestão Ibaneis

Atualmente, o DF conta com 168.788 cidadãos no Cadastro Único. Desse total, 84.019 recebem o Bolsa Família e 58.771 também têm direito ao DF Sem Miséria neste mês.

Leia também   Aulas online começam hoje na Rede Pública do Distrito Federal

Por decisão do governador Ibaneis Rocha, a continuidade do programa DF Sem Miséria, mesmo durante o período de enfrentamento da pandemia do coronavírus, está garantida pelo Decreto Nº 10.316, de 7 de abril de 2020. O DF Sem Miséria funciona como suplemento da Bolsa Família, que tem o objetivo de adequar os valores recebidos ao custo de vida da realidade da capital federal.

Para a secretária de Desenvolvimento Social, Mayara Noronha Rocha, os programas de transferência de renda constroem oportunidades para incluir socialmente as pessoas que vivem na extrema pobreza. “É fato que, neste momento de pandemia em razão do novo coronavírus, as dificuldades econômicas aumentaram muito, deixando várias famílias em risco social. Por isso a decisão de manter a regularidade do pagamento do DF Sem Miséria”, destaca.

Leia também   O que abre e fecha nesse recesso de final de ano

Benefício

DF Sem Miséria é um adicional ao programa Bolsa Família, do governo federal, que tem como objetivo adequar os valores recebidos ao custo de vida na capital federal. Têm direito ao auxílio do GDF as famílias residentes no DF que, após receberem os benefícios de transferência de renda, apresentem renda per capita inferior a R$ 140. É preciso ainda ter inscrição no Cadastro Único.

As dificuldades econômicas aumentaram muito, deixando várias famílias em risco social. Por isso a decisão de manter a regularidade do pagamento do DF Sem MisériaMayara Noronha, secretária de Desenvolvimento Social

Os valores suplementados podem variar de R$ 20 a R$ 960, conforme composição e renda de cada família, até que a renda familiar, somada aos valores recebidos pelo Bolsa Família, alcance os R$ 140 per capita.

Leia também   Auxílio emergencial tem datas para contestação

O benefício distrital é pago mensalmente, seguindo o calendário nacional do Bolsa Família, que neste mês de outubro iniciou nesta terça-feira (20). O pagamento é realizado de acordo com o último número do NIS (Número de Identificação Social) impresso no Cartão Bolsa Família.

(Agência Brasília)

Avatar

Destaque DF

Read Previous

Pandemia acelera mudança no trabalho de humanos para robôs, diz estudo

Read Next

Cuidados com os pés: 10 truques para deixá-los mais macios e hidratados