• 4 de março de 2024

Caixa reduz juro do crédito consignado do INSS para 1,7% ao mês após queda na Selic

Caixa Econômica Federal vai reduzir os juros do crédito consignado para aposentados e pensionistas do INSS a partir de quinta-feira, 3, informou o banco público com exclusividade ao Estadão/Broadcast. As taxas cairão de 1,74% ao mês para a partir de 1,70% ao mês, o que, segundo a Caixa, é uma redução de 2,3%.

A redução vem após o Comitê de Política Monetária (Copom) cortar em 0,5 ponto porcentual a taxa Selic, nesta quarta, reduzindo o juro básico do País a 13,25% ao ano. O Banco do Brasil também anunciou cortes em juros de linhas de crédito.

Leia também   Banco do DF tem lucro de R$ 93 milhões no 2° trimestre deste ano

A Caixa afirma que, em contratos com valor líquido de R$ 10 mil, por exemplo, em 84 meses, a economia total com a nova taxa passa a ser superior ao valor de uma prestação, ao final do pagamento do contrato.

A Caixa tem uma posição importante no consignado para beneficiários do INSS, modalidade com um teto de juros estipulado pelo Conselho Nacional de Previdência Social (CNPS). Atualmente, o teto permitido aos bancos é de 1,97% ao mês.

No início do ano, o CNPS reduziu o teto de 2,14% para 1,70%, o que levou os bancos, inclusive a Caixa e o BB, a suspenderem a oferta da modalidade por algumas semanas. As instituições argumentaram que com a Selic em 13,75% ao ano e o teto imposto naquele momento, o produto passaria a ter margem negativa.

Leia também   Lula deixa hospital em Brasília após cirurgia

A Caixa, por sua vez, afirmou também que não conseguiria absorver a demanda do mercado sozinha caso mantivesse o atendimento à linha, mesmo que já praticasse juros abaixo do teto. Semanas depois, após uma negociação entre os bancos e os ministérios da Previdência e da Fazenda, o teto foi para 1,97% ao mês, e os bancos voltaram a oferecer a linha de crédito.

Estadão

Read Previous

Detran oferece curso gratuito de Iniciação à Superação do Medo de Dirigir

Read Next

Bruno Peixoto anuncia que Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) vai realizar concurso em 2024