• 27 de novembro de 2021

Desinchando a barriga: o que provoca e como evitar a dilatação abdominal

Por Saúde em Dia

Desinchar a barriga, ao contrário do que alguns podem pensar, não é uma tarefa tão complicada de realizar. Sabe aquela sensação de estufamento abdominal durante o dia e, principalmente, após as refeições? Muitas vezes a causa desse problema é óbvia e está diretamente ligada ao abuso de alimentos altamente calóricos, como pizzas, fast-food e refrigerantes.

Veja também

Dieta cetogênica: o que é, como fazer e para que serve

No entanto, é comum que algumas pessoas sofram com dilatação mesmo sem ingerir esses itens. “A sensação de distensão abdominal, geralmente, está relacionada ao acúmulo de gases no aparelho digestório. Tanto no estômago, como nas alças intestinais e também no cólon”, explica a Dra. Marcella Garcez, médica nutróloga, diretora e professora da Associação Brasileira de Nutrologia (ABRAN).

Leia também   6 chás para combater a insônia e dormir melhor

De acordo com a especialista, essa sensação de inchaço na região da barriga não necessariamente indica alguma doença ou problema sério. Apesar de causar certo incômodo, o fenômeno pode ser apenas uma reação normal do organismo.

No entanto, caso o problema seja muito frequente e cause dores fortes, vale a pena ficar atento. “Às vezes nós temos uma hiper proliferação bacteriana no aparelho digestório, ou a constipação intestinal, ou alguma doença inflamatória intestinal. Se essa condição [inchaço abdominal] for muito prevalente e com grande desconforto, deve ser feita uma avaliação médica para diagnosticar qual é o problema”, recomenda a Dra. Garcez.

A médica também indicou alguns alimentos que podem provocar dilatação abdominal e que, portanto, devem ser evitados por pessoas que querem desinchar a barriga. Confira:

  • Chicletes e balas;
  • Bebidas gaseificadas, como refrigerantes e cervejas;
  • Alimentos ricos em antinutrientes – leguminosas (feijão, lentilha e grão-de-bico, por exemplo);
  • Vegetais crucíferos (exemplo: couve, brócolis, repolho e couve-flor);
  • Laticínios em geral;
  • Alimentos fermentáveis
Leia também   DF recebeu 15 mil doses da vacina pentavalente

Desinchando a barriga

Segundo a Dra: Garcez, o mais recomendado para as pessoas que sofrem com distensão abdominal é ter bastante atenção à reação do organismo após as refeições. Cada pessoa pode ter sensibilidade à um diferente tipo de alimento e, por isso, a causa do inchaço é variável. O ideal é evitar o consumo de tudo que apresentar uma digestão complicada.

Talvez algumas pessoas não saibam, mas, o ato de engolir ar em excesso durante o dia e, principalmente, enquanto comemos também pode causar desconforto abdominal. Por isso, durante as refeições, o ideal é falar o menos possível, para não deglutir ar. O consumo de líquidos também não deve ser realizado junto com a ingestão de comida, principalmente se for alguma bebida gaseificada.

Leia também   Probióticos: o que são, para que servem e como tomar

Por outro lado, a prática de atividades físicas e a mastigação lenta e completa dos alimentos são fatores que contribuem para uma boa digestão e, consequentemente, evitam o inchaço da barriga. Além disso, a Dra. Garcez também separou alguns chás que podem evitar esse desconforto.

Chás para desinchar a barriga

  •  Alcachofra;
  • Espinheira santa;
  • Boldo;
  • Hortelã;
  • Salsa;
  • Erva doce;
  • Camomila;

“O ideal também é que as pessoas não comam alimentos muito ricos em gordura saturada e grandes quantidades de condimentos. Refeições muito salgadas e o consumo de bebidas alcoólicas também fazem com que haja uma retenção hídrica no organismo, o que piora a sensação de distensão abdominal”, finaliza a nutróloga.

Read Previous

Seis centros olímpicos passam a funcionar com 100% da capacidade

Read Next

Embaixada e consulados norte-americanos retomam renovação de vistos