• 16/06/2024

Rafael Prudente não participa de votação que salvou Fundo Constitucional

Dos oito deputados da bancada do DF na Câmara, Rafael Prudente, do MDB, foi o único que não compareceu ao plenário, na noite de terça-feira (22), para participar da votação do PLP do arcabouço fiscal, que decidiria o futuro do Fundo Constitucional do DF.

Veja também

CLDF lança Frente Parlamentar em Apoio às Microempresas, Empresas de Pequeno Porte e Microempreendedores Individuais

Nos bastidores, a ausência de Prudente está sendo considerada como uma falta de compromisso do federal com a população da capital federal, em especial com os seus eleitores.

Leia também   Roberval Belinati, presidente do TRE-DF, é o entrevistado da Sala de Imprensa da ABBP na próxima segunda-feira (18)

Por ser o único parlamentar integrante do partido do governador do DF, esperava-se que Rafael Prudente estivesse presente nesse momento tão importante. Deputados de outros estados perceberam a ausência do emedebista e fizeram chacota e piadas com os colegas de Brasília que estavam no plenário.

Enquanto os deputados do DF, que estavam acompanhados da vice-governadora Celina Leão e outras autoridades do DF, trabalhavam para conquistar apoios de última hora, Prudente estava fora da casa. A assessoria dele informou a um veículo de comunicação que o federal ficou preso num engarrafamento.

Leia também   Governo tenta acelerar agenda econômica para não perder apoio de liberais

Estreante no Congresso, o ex-presidente do MDB-DF também não participou ativamente das articulações junto com a bancada do DF para salvar o Fundo Constitucional.

Para quem almeja um dia governar o DF, essa falta de compromisso, não só com à população, mas com a classe política, mancha a sua trajetória e pode custar muito caro lá na frente.

 

Read Previous

Brasil quer contribuir para paz justa e duradoura na Ucrânia, diz Lula

Read Next

Câmara aprova MP que aumenta salário mínimo e amplia isenção do IR