• 23/07/2024

Lula convoca reunião para discutir alta do dólar: ‘Não é normal o que está acontecendo’

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) convocou uma reunião para discutir alta do dólar. Em um mês, a moeda norte-americana já subiu 7,95% e, desde janeiro, 16,78%. Em entrevista à rádio Sociedade da Bahia, nesta terça-feira, 2, o petista disse considerar que há um “jogo de interesse especulativo contra o real no país” que tem mantido a valorização da moeda estrangeira.

“Obviamente que me preocupa essa subida do dólar. É uma especulação”, iniciou o presidente. Em seguida, Lula disse que quando retornar para Brasília, na quarta-feira, 3, vai ter uma reunião para discutir tal situação. “Não é normal o que está acontecendo”, considerou.

Leia também   Comissão do Senado aprova IPVA zero para motos de até 150 cilindradas

Pelo terceiro dia consecutivo, o dólar está em alta. A moeda americana abriu em queda nesta terça, mas inverteu o movimento, sobretudo, depois que o presidente Lula falou sobre as especulações em torno do real. Às 11h02, a cotação avançava 0,26%, para R$ 5,66.

Lula considera que as altas da moeda estejam relacionadas às suas entrevistas. Ele deu como exemplo que, na semana passada, o dólar teria começado a subir 15 minutos antes de uma conversa dele com um portal.

O discurso mais voltado ao intervencionismo não agradou os investidores, que ainda têm de lidar com incertezas externas como a taxa de juros dos Estados Unidos. A alta do câmbio é apenas um dos efeitos imediatos dessa estratégia do presidente, que pode chegar rapidamente à economia real, desorganizando o planejamento das empresas e pressionado à inflação. O resultado seria o contrário do que Lula tanto deseja, que é a queda na taxa de juros.

Leia também   Presidente veta Lei Paulo Gustavo, que destinava recursos à cultura

‘Guerra com Campos Neto’

Ainda na entrevista em Salvador, o presidente aproveitou para reiterar o que tem dito em quase todas entrevistas que participa, tecendo críticas à postura do Banco Central. “Definitivamente, eu acho que ele tem um viés político”, afirmou Lula em referência ao presidente do BC, Roberto Campos Neto.

“Eu não posso fazer nada, porque ele é presidente do Banco Central, ele tem um mandato, ele foi eleito pelo Senado. Eu tenho que esperar terminar o mandato e indicar alguém”, complementou Lula. *Com informações do Estadão Conteúdo

Leia também   Câmara aprova novas regras para seguro obrigatório de veículos

(Portal Terra)

 

Read Previous

GDF libera R$ 35 milhões para pagamento do Cartão Prato Cheio e DF Social

Read Next

Arthur Elias convoca seleção feminina com Marta para Olimpíadas