• 4 de março de 2024

Mulheres são donas de quase 40% dos micro e pequenos negócios, segundo pesquisa da vhsys

O Brasil está entre os 10 países com o maior número de mulheres empreendedoras, ocupando o 7º lugar no mundo, segundo dados Sebrae e da Pesquisa Global Entrepreneurship Monitor (GEM). De acordo com uma pesquisa realizada pela vhsys, empresa de tecnologia que desenvolve sistema de gestão empresarial descomplicado para micro e pequenas empresas, realizada no mês de fevereiro de 2022, com 822 pessoas, 39,9% disseram que atuam em empresas que têm mulheres como proprietárias delas.

Veja também

Ministério da Saúde lança campanha de vacinação contra gripe e sarampo

Segundo o levantamento, apenas 33,2% dos negócios foram fundados por mulheres, enquanto 66,8% foram fundadas por homens. O centro-oeste e o Nordeste são as regiões que possuem maior concentração de mulheres como donas dos empreendimentos, com 44,3% e 42,6%, respectivamente, seguidos por Sul (40,8%), Sudeste (37,5%) e Norte (35,8%).

Leia também   'Novo Bolsa Família' deixará 22 milhões de pessoas de fora

Quando os respondentes foram questionados sobre o número de mulheres no quadro de colaboradores, 40,9% deles responderam que a presença feminina chega a até 10% na empresa e apenas 22,7% afirmaram que a presença delas ultrapassa a marca de 50%. Além disso, 27,4% dos entrevistados disseram que sua empresa possui até 10% delas em cargos de liderança, 16,1% que possuem até 50% delas no quadro de gestores e, somente 17,6% das respondentes disseram que há mais de 50% de mulheres entre seus gestores. Já 28,3% afirmaram que não possuem mulheres em posições de liderança.

A pesquisa também apresentou números por setor. De acordo com dados do levantamento, o segmento do Comércio é o que possui mais mulheres proprietárias de empresas, com 45,5%, seguido da Indústria com 32,6% e por último Serviços (31,9%). Também no setor de Comércio, 20,3% das empresas respondentes possuem mais de 50% de liderança feminina. Em Serviços, o percentual de negócios com mais de 50% de mulheres em cargos de gestão é de 15,1% e na Indústria é de 10,9%.

Leia também   Pandemia reforça papel da mulher na economia familiar, aponta Febraban

Por fim, a pesquisa foi determinante quando buscou entender quais são, atualmente, os principais desafios enfrentados pelas mulheres no empreendedorismo. De forma ampla e aberta, os respondentes descreveram que o preconceito, machismo, jornada dupla/tripla, falta de respeito estão presentes no dia a dia das brasileiras no mercado de trabalho.

Quanto aos estudos separados por gêneros, o público masculino demonstra enxergar que preconceito, desigualdade de oportunidades/falta de oportunidade, machismo e as mesmas questões presentes nas jornadas de empreendedorismo dos homens estão entre os principais desafios para o avanço das mulheres. Já as mulheres listaram preconceito, sobrecarga/múltiplas jornadas (principalmente no que diz respeito a conciliar maternidade, tarefas domésticas e trabalho), falta de respeito e machismo.

Leia também   Mulheres de áreas rurais produzem máscaras para superar a crise

Sobre a vhsys

A vhsys é uma empresa de tecnologia que desenvolve sistema de gestão empresarial descomplicado para micro e pequenas empresas, com módulos online para emissão de nota fiscal, controle financeiro, vendas e estoque, além de uma loja de aplicativos. A vhsys também oferece integrações exclusivas que ampliam os recursos do empreendedor. Desde 2019, a marca é uma das investidas do grupo StoneCo, em uma parceria que alia sua ferramenta de gestão com o serviço de pagamentos da Stone. Além disso, a marca integra o ranking das melhores empresas para se trabalhar, segundo o Great Place to Work, e é uma das organizações mais amadas do Paraná, de acordo com a Glassdoor.

Read Previous

Vacina da Janssen recebe registro definitivo da Anvisa

Read Next

Universidade Aberta do Brasil oferece mais de 130 mil vagas