• 1 de dezembro de 2020

Primeira criança registrada por biometria neonatal em Goiás recebe certificado do Ipasgo

Felipe Neres da Mota nasceu no dia 4 de julho, no Hospital da Mulher, em Goiânia, e foi o primeiro registro do projeto Bebê Ipasgo. “Conversando com a mãe, vimos na prática como esse projeto é eficiente. Assim que ele saiu da maternidade, já usou sua carterinha para uma consulta com o pediatra”, afirma o presidente do Instituto, Hélio José Lopes

A família do pequeno Felipe Neres da Mota, de cinco meses, recebeu, nesta quinta-feira (12/11), um certificado das mãos do presidente do Instituto de Assistência dos Servidores Públicos de Goiás (Ipasgo), Hélio José Lopes, comprovando que ele foi a primeira criança do Estado a ser registrada no projeto Bebê Ipasgo. Graças ao Governo de Goiás, por meio de uma parceria inédita entre o Instituto, a Secretaria de Segurança Pública (SSP-GO)e o Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, Felipe passou por uma biometria neonatal assim que nasceu, no dia 4 de julho, no Hospital da Mulher, em Goiânia.

Leia também   Corre que ainda dá tempo

O projeto-piloto, e ainda está em fase de testes, foi criado em julho de 2020 pelo governador Ronaldo Caiado, e já conta com a adesão de 29 famílias. Por meio dele, é possível evitar problemas em maternidades, como, por exemplo, trocas, roubos, vendas, tráfico e adoções ilegais. Além disso, a criança é incluída como dependente sem carência e os pais recebem o cartão de usuário logo após o nascimento.

A mãe do primeiro bebê registrado biometricamente na maternidade em Goiás, Luana Neres, contou que se interessou pelo projeto assim que a equipe do Ipasgo explicou do que se tratava. “Achei uma ideia fantástica. De fato, uma proposta inovadora. Traz segurança para a família; e eu, com certeza, indico a outras usuárias do Ipasgo que estão gestantes”, afirmou.

Leia também   Brasil tem taxa de desemprego recorde de 13,8% no tri até julho e menor número de ocupados da série

Hélio José Lopes, presidente do Ipasgo, fez questão de ir pessoalmente à casa da família para conhecê-los. “Desejamos muita sorte e saúde na vida do Felipe. Conversando com a mãe, vimos na prática como esse projeto é eficiente. Ela disse que, assim que ele saiu da maternidade, já usou sua carteirinha para uma consulta com o pediatra”, revelou.

Neste momento, a usuária do Ipasgo gestante que se interessar pelo projeto, deve entrar em contato com a Gerência de Ação Preventiva (Geprev), pelo telefone 3238-2423, e solicitar a adesão. Quando se encerrar a fase de testes, o Bebê Ipasgo estará disponível a todas as gestantes usuárias do plano de assistência.

Leia também   Operação Sossego flagra 37 motos em Taguatinga

(Governo de Goiás)

Avatar

Destaque DF

Read Previous

Ludmilla fala sobre as mulheres que as inspiraram no funk

Read Next

Missão da Anvisa vai inspecionar laboratórios de vacinas na China