• 27 de outubro de 2020

Governo de Goiás realiza 2ª Semana Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação

Com tema “Inteligência Artificial: a nova fronteira da ciência brasileira”, evento será realizado de 19 a 23 de outubro, totalmente on-line e gratuito. Serão 56 atividades, entre palestras, webinários, workshops e minicursos, voltadas para capacitação e difusão de conhecimento entre empresários, empreendedores, estudantes e comunidade em geral. Interessados já podem se inscrever

O Governo estadual, por meio da Secretaria de Desenvolvimento e Inovação (Sedi), promove, de 19 a 23 de outubro, a 2ª Semana Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação de Goiás. O tema deste ano é “Inteligência Artificial: a nova fronteira da ciência brasileira”, cujo objetivo estratégico é abordar o papel da ciência, da tecnologia e da inovação no desenvolvimento social. Estão programadas 56 atividades gratuitas e on-line de capacitação e disseminação de conhecimento voltadas para empresários, empreendedores, estudantes e a comunidade em geral. As inscrições para as atividades podem ser feitas pelo site www.snctigo.com.br.

O evento é realizado em parceria com a Secretaria da Retomada (SER), Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MTIC), GoiásFomento, Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), Unesco, Agência Brasileira de Cooperação, Centro de Excelência em Inteligência Artificial (Ceia) e Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás (Fapeg). Também é parte da programação da 17ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, evento promovido pelo MCTI, por meio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPQ).

“A ciência é o caminho para o desenvolvimento de uma Nação, cria oportunidades e reduz a desigualdades sociais. No cenário atual, em que a tecnologia protagoniza esse desenvolvimento, nós, como governo, temos a obrigação de fomentar a ciência que promove o acesso a novas tecnologias”, destaca o secretário de Desenvolvimento e Inovação, Marcio Cesar Pereira.

A expectativa é alcançar um público de 15 mil pessoas durante os cinco dias de programação da Semana Estadual. As atividades compreendem palestras, webinários, workshops e minicursos e serão realizadas sempre com transmissão ao vivo pelos canais da Sedi no YouTube e no Instagram e pela plataformas Zoom e Google Meet.

Leia também   Em reforço de união com Bolsonaro, Caiado elogia auxílio emergencial

Para o secretário da Retomada, César Moura, a realização da Semana Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação de Goiás justifica um dos objetivos do Governo do Estado, que é alcançar a retomada econômica e social por meio do emprego. “Esta iniciativa é uma oportunidade muito válida para que empreendedores e estudantes tenham acesso a novidades tecnológicas que permitem se qualificar, divulgar seus trabalhos e buscar por vagas de emprego”, comenta Moura.

Frentes de conhecimento

A 2ª Semana Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação de Goiás se divide em duas frentes de conhecimento. Uma voltada para empresários e empreendedores, com inscrições e transmissões pelo Zoom. Outra com ações com participação de professores das Escolas do Futuro, pertencentes ao Estado, e de parceiros, com base em 67 municípios goianos, e transmissão pelo YouTube e Instagram. Porém, ambas as atividades podem ser consumidas pela comunidade em geral.

O titular da Sedi explica que são ações voltadas para a desmistificação e para o uso aplicado das ciências, de modo a estimular a criação de ideias inovadoras, práticas e funcionais. “Inclusive será apresentado o que na prática a ciência aplicada conseguiu resolver de problemas no ambiente do governo. Queremos despertar a busca por novas pesquisas, criar meios que facilitem o aprendizado”, conta Marcio Cesar Pereira.

Abertura

No dia da abertura (19/10), às 9h, será promovido o workshop “Recursos e fomentos para a inovação”. A Finep e a GoiásFomento foram convidadas para debaterem os caminhos para que os empresários possam conseguir recursos nas empresas para negócios inovadores. As inscrições para participar do debate são gratuitas. Na parte da tarde, serão realizadas palestras e minicursos sobre o emprego de tecnologia nas mais diversas áreas, do campo até a saúde pública.

No dia seguinte (20/10), às 9h, haverá a divulgação dos resultados parciais dos projetos de inovação baseados em Inteligência Artificial, realizados pelo Centro de Excelência em Inteligência Artificial (Ceia), por meio da Fapeg, em parceria com as secretarias de Estado. São projetos escolhidos por meio de edital aberto que geram produtos e transferem conhecimento para as pastas de Economia, Segurança Pública, Educação e Saúde.

Leia também   Governo de Goiás estende prazo para pagamento de IPVA e Licenciamento

No dia 21, às 9h, será apresentado o programa Conexão Governo e Pesquisa, que fomenta a aproximação da comunidade científica com o setor público estadual de Goiás. O objetivo é contribuir para a resolução de problemas sociais concretos. As demandas foram levantadas pela Sedi, que fez a conexão com as instituições de ensino e pesquisa para o desenvolvimento dos projetos.

No dia 22, às 16h, o programa Teias da Inovação, iniciativa do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) em conjunto com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico (CNPq) e parceria da Sedi, apresenta a palestra “Tendências do futuro – educação e mercado”. O debate vai girar em torno dos esforços para o desenvolvimento de ecossistemas de inovação em Goiás, por meio da promoção de competências técnicas e relacionais dos atores desses sistemas.

Embaixadores e mentores da inovação

No dia 23, fechamento da semana, novamente às 9h, a Sedi lança três programas voltados ao desenvolvimento do ecossistema goiano de inovação. O programa Embaixadores da Inovação vai selecionar 20 líderes regionais para mapear o ecossistema regional e apoiar a Sedi na difusão das políticas públicas de inovação tecnológica em todas as regiões do Estado. Os escolhidos, de maneira voluntária, receberão capacitação e orientação da equipe da secretaria, bem como ferramentas para que possam realizar as conexões no ecossistema.

“A ideia é fortalecer o ecossistema estadual de inovação com mais oportunidades às comunidades locais, em uma rede de suporte ativa e alinhada com os projetos de desenvolvimento do Estado”, detalha Marcio Cesar Pereira. Esses embaixadores, continua o secretário, vão mapear e identificar pontos de atuação para melhoria do ecossistema local, além de articular, com outros líderes empreendedores e apoiadores regionais, o fortalecimento da comunidade e a formação de uma rede empreendedora sólida.

Leia também   Mais de 11 mil novas empresas foram criadas em Goiás no primeiro semestre de 2020

Já o programa Mentores da Inovação será formado por uma rede de empreendedores experientes, altos executivos de médias e grandes empresas, investidores-anjo, cientistas e pesquisadores para apoiar empreendimentos inovadores em Goiás. As empresas inovadoras, por meio de edital, terão acesso a mentorias nas diversas áreas de conhecimento para o desenvolvimento de seu negócio, como vendas, tecnologia, design, finanças, pessoas e jurídica. O edital para o chamamento dos mentores e empresas que tenham interesse em receber mentoria será lançado neste 23 de outubro.

Por fim, será divulgado um dos mais importantes trabalhos relacionados ao desenvolvimento do ecossistema de empreendedorismo inovador de goiano. Trata-se do projeto que prevê a cooperação técnica entre o Governo de Goiás, a Unesco e a Agência Brasileira de Cooperação em 30 ações que buscam encontrar caminhos para fomentar essa área. Na oportunidade, os presentes conhecerão de que forma podem contribuir com esses processos transformadores do Estado.

Paralelo a essas atividades, haverá, diariamente, palestras, minicursos e oficinas relacionados à temática tecnológica motivadas pelas ciências aplicadas. Os eventos serão realizados on-line, a partir das unidades da Escola do Futuro e parceiros no interior do Estado e capital. Confira programação completa no site: www.snctigo.com.br

Atividades makers

Nos dias seguintes, de 26 a 29 de outubro, as atividades da 2ª Semana Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação de Goiás continuam. Por meio da plataforma Google Meet, serão ministrados, das 19 às 21 horas, cinco minicursos (um a cada dia) sobre a cultura maker com o instrutor Marco Aurélio. Cultura maker é o princípio de que qualquer pessoa pode fabricar, construir, reparar ou alterar objetos.

A 2ª Semana Estadual de Ciência e Tecnologia de Goiás integra a programação da 17ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, evento promovido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), por meio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPQ).

(Governo de Goiás)

Avatar

Destaque DF

Read Previous

Estudo mostra mudança de hábitos alimentares durante a pandemia

Read Next

Brasil não terá horário de verão pelo segundo ano seguido