• 14/06/2024

WhatsApp incrementa canais de envio de mensagem em massa com áudio e enquete

WhatsApp aumentou as opções para as pessoas que administram canais, segundo anúncio desta quarta-feira (17). A ferramenta permite envio unidirecional a milhares de usuários. A Folha, por exemplo, mantêm quatro canais no aplicativo de mensagens.

Veja também

Concurso unificado: inscrições com isenção de taxa vão de 19 a 26/1

Os donos desses espaços de distribuição massiva de mensagens agora podem enviar áudios, enquetes e eleger até 16 administradores. A atualização está disponível para todos os usuários a partir desta quarta.

WhatsApp agora permite áudios, enquetes e status (cópia dos stories do Instagram) em Canais
WhatsApp agora permite áudios, enquetes e status (cópia dos stories do Instagram) em Canais – Divulgação/WhatsApp

A Meta —dona do WhatsApp— adiou a estreia desse recurso no Brasil, após o Ministério Público Federal ter recomendado, durante as eleições de 2022, à empresa esperar até o ano seguinte para o lançamento. A medida visava prevenir desinformação no contexto eleitoral.

Nos canais, os criadores já podem distribuir links, textos, imagens e vídeos para um número ilimitado de participantes. O recurso concorre com ferramenta similar do Telegram.

Leia também   Combinação de AstraZeneca e Pfizer aumenta nível de anticorpos, diz estudo

Os novos recursos incluem:

  1. Mensagens de voz
  2. Enquetes
  3. Compartilhar cards no status (ferramenta análoga aos stories do Instagram) —para isso, basta manter uma atualização que você achar interessante pressionada, selecionar ‘encaminhar’ e depois a opção ‘meu status’

A Meta também lançou a opção de “Múltiplos Admins” para que os canais possam ter até 16 administradores para ajudar a gerenciar as atualizações.

O dono do Canal pode convidar qualquer um de seus contatos ou seguidores para se tornarem administradores. Depois que o convite é aceito, o novo administrador poderá gerenciar as informações do canal e criar, editar e excluir quaisquer atualizações.

Leia também   Google libera acesso antecipado ao Bard, o rival do ChatGPT

Apenas os proprietários de um canal seguem com permissão para excluí-lo.

(Folha de São Paulo)

Read Previous

Entenda por que crianças e adolescentes vão receber antes a vacina contra dengue

Read Next

Aprovada Lei do Cicloturismo no Distrito Federal