• 24 de outubro de 2021

Vacina da Janssen tem validade ampliada para 6 meses, decide Anvisa

Por Agência Brasil

A diretoria colegiada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou por unanimidade a extensão do prazo de validade da vacina da Janssen (Johnson & Johnson) contra a covid-19. O prazo passa de quatro meses e meio para seis meses, sob condições de armazenamento entre 2°C e 8°C. A informação foi divulgada pela Anvisa neste sábado, dia 9 de outubro. 

Veja também

Petrobras reajusta hoje preços do gás de cozinha e da gasolina

A medida é importante porque permite um melhor planejamento da aplicação das doses nos brasileiros, ao mesmo tempo em que reduz a probabilidade de desperdício de vacinas por perda da validade.

Leia também   De cueca a celular. Área externa do Hospital de Base vira feira

Segundo dados do Ministério da Saúde, o país receberá mais 38 milhões de doses da vacina da Janssen até o fim de 2021.

A empresa Janssen-Cilag Farmacêutica havia solicitado a alteração do prazo de validade para a autorização temporária de uso emergencial do imunizante, em caráter experimental, no último dia 15 de setembro.

Segundo a Anvisa, a aprovação foi baseada em uma criteriosa avaliação dos dados de qualidade dos estudos, que demonstraram que a vacina se manteve estável pelo período de seis meses.

No Brasil, a vacina da Janssen está autorizada para uso emergencial desde 31 de março deste ano. A vacina é a única aprovada pela Anvisa em dose única e, quando armazenada entre temperaturas de -25°C e -15°C, possui prazo de validade de 24 meses, a partir da data de fabricação.

Read Previous

InovOAB ganha força e ofusca chapas de Thais Riedel e Délio Lins

Read Next

Roud 6: crianças podem ver a série do momento da Netflix? Especialistas respondem