• 24/05/2024

Dino anuncia permissão de entrada de garrafas de água em shows

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, informou na manhã deste sábado, 18, que será permitida a entrada com garrafas de água em shows. Também disse que as produtoras de shows deverão promover a disponibilização gratuita da bebida em casos de alta exposição ao calor.

“As empresas produtoras de espetáculos com alta exposição ao calor deverão disponibilizar água potável gratuita em “ilhas de hidratação” de fácil acesso. A medida vale imediatamente”, disse em seu X (ex-Twitter).

A medida vem poucas horas depois de uma jovem morrer durante o show da cantora norte-americana Taylor Swift no Rio de Janeiro. De acordo com informações preliminares, Ana  Benevides, de 23 anos, estava na plateia para acompanhar o show da cantora Taylor Swift, quando passou mal por conta do forte calor na cidade. A vítima chegou a ser socorrida, mas não resistiu.

Leia também   Pesquisadores descobrem nova variante P.4 da covid-19 no interior de SP

O caso ocorreu em um dia de muito calor na capital fluminense. A estação meteorológica do Sistema Alerta Rio, da prefeitura do Rio, registrou em Guaratiba, na Zona Oeste, a maior sensação térmica desde 2014, quando foi iniciada a marcação. No local, a sensação de calor chegou aos 59,3 graus, às 10h20 da sexta-feira.

Nas redes sociais, diversas pessoas que estavam no local reclamaram da proibição da entrada no local do show sem garrafas d’água, por conta de restrições impostas pela segurança no local.

Qual a determinação do ministro

De acordo com o ministro Flávio Dino, a partir deste sábado, 18, por determinação da Secretaria do Consumidor do Ministério da Justiça, será permitida a entrada de garrafas de água de uso pessoal, em material adequado, em espetáculos.

Leia também   Governo federal negocia PEC para reduzir preço dos combustíveis

Veja o comunicado do ministro:

O que diz a empresa

Depois da mobilização de fãs e determinações das autoridades, a organizadora do show da Taylor Swift anunciou que “diante da previsão de aumento da onda de calor” no Rio de Janeiro, vai autorizar a entrada de copos d’água e alimentos industrializados lacrados, sem limitação de quantidade por pessoa.  A proibição da entrada de garrafas, no entanto, “é uma exigência feita por órgãos públicos”, diz o aviso.

Leia também   Pagamentos do Bolsa Família: como fica o programa em 2023 e quem poderá receber

(Portal Exame)

Read Previous

Com inflação menor, comércio espera recorde de vendas na Black Friday

Read Next

Dia da Consciência Negra: veja o funcionamento dos órgãos e serviços do GDF