• 24 de outubro de 2021

Vamos correr? 7 dicas para quem deseja começar do zero!

Por Alto Astral

Você sabia que durante a corrida, o organismo libera diversos hormônios que causam sensações de bem-estar e felicidade? Além disso, praticar essa atividade física também beneficia o condicionamento físico, contribui para as relações pessoais, integra grupos com os mesmos objetivos e são uma forma de manter-se ativo e em movimento sem precisar de aparelhos, por exemplo.

Veja também

Faça chuva ou faça sol: 8 dicas para fortalecer a imunidade

Com tantos pontos positivos até bate uma vontade de começar a correr, não é mesmo? E se engana quem pensa não ter aptidão para o exercício ou até mesmo que são necessários muitos requisitos para ingressar essa jornada. Basta seguir alguns passos simples para aderir esse estilo de vida!

Sendo assim, para quem quer iniciar na corrida e não sabe como, listamos 7 dicas especiais com a colaboração da fundadora da Universidade de Corrida (UniRun) e especialista em corridas Juliana Oruê. Confira!

Leia também   Bolsonaro deixa Alvorada para fazer passeio de moto em Brasília

7 dicas para começar a correr do zero! 

1 – Marque uma consulta com o médico

Da mesma forma que fazemos uma avaliação ao se matricular na academia, é preciso checar se está tudo bem antes de correr, principalmente as pessoas que já apresentam alguma condição, como obesidade, cardiopatias ou restrições ortopédicas. Vale lembrar que qualquer exercício deve ser aprovado e acompanhado por um profissional da saúde!

2 – O processo é gradual

Se você nunca correu, o ideal é encarar a corrida como um processo. “Recomenda-se treinar, no máximo, três vezes na semana, entre 45 e 90 minutos. A dica é começar com caminhada e, aos poucos, iniciar a corrida de forma alternada, por exemplo: 1 minuto de caminhada e depois 30 segundos de corrida”, pontua Juliana.

3 – Fortaleça seu corpo

Para praticar corrida você precisará unicamente do seu corpo, logo, é imprescindível mantê-lo preparado para desempenhar a atividade. Segundo a especialista, o fortalecimento é essencial para os impactos causados pelas passadas, evitando possíveis lesões. Por isso, o corredor pode investir em musculação, pilates e/ou treinamento funcional cerca de 1 a 2 vezes na semana.

Leia também   Pix, usado também como app de mensagem, pode enviar código HTML

4 – Invista em roupas e tênis adequados

Assim como em qualquer exercício, o uso de roupas e tênis deve ser adequado para a prática. Além de proporcionar conforto e mobilidade, eles ajudarão também na proteção. Entretanto, lembre-se que não é preciso dispor das peças mais tecnológicas ou caras, ok? Basta usar aquilo que funciona para você!

5 – Alimentação e hidratação

A hidratação deve acontecer durante e após o treino seguindo o consumo ideal de água diário. “Antes do treino, alimente-se com carboidrato de rápida absorção, como frutas e suco natural. No pós-treino, consuma proteína, respeitando os objetivos e peso corporal. Não treine em jejum, exceto se houver recomendação médica”, orienta a fundadora da UniRun.

Leia também   Não inventem lockdown após as eleições, diz Bolsonaro

6 – Respeite seu corpo

Quando começamos a praticar atividades físicas é comum que surjam alguns desconfortos musculares após a realização, mas é preciso estar atento nesses incômodos. Em qualquer sinal de dor — principalmente das que provém de lesões —, não não corra! Procure orientação de um clínico geral, ortopedista ou fisioterapeuta antes de retomar as corridas, pois algo não vai bem.

7 – Busque motivações

“Escolha um profissional de educação física para iniciar o treino de forma correta, selecione uma boa playlist ou podcast de interesse para ouvir durante o treino e procure um clube de corrida para contar com a ajuda de outros corredores e permanecer firme em seu propósito”, destaca Juliana.

Fonte: Juliana Oruê, personal trainner, running coach e especialista em corrida, é fundadora da Universidade da Corrida (UniRun) e pesquisadora do Grupo de Estudos em Psicologia do Esporte e Neurociências (GEPEN), da Unicamp.

Read Previous

Governo de Goiás convoca 700 estudantes para segunda chamada do ProBem

Read Next

Liberada a realização de eventos com público no DF