• 14 de maio de 2021

Se manter ativo reduz casos graves de Covid-19; veja 5 dicas

Com a atual pandemia de Covid-19 e o medo de contaminação, há uma busca constante pelas melhores formas de prevenção. As atividades físicas regulares, reconhecidas por trazerem uma enorme variedade de benefícios à saúde, foram apontadas como uma grande aliada no combate ao agravamento da doença em caso de infecção. A conclusão é de um estudo publicado em abril pelo British Journal of Sports Medicine, que avaliou 48.440 adultos diagnosticados com Covid-19 entre 1 de janeiro e 20 de outubro de 2020.

Veja também

Doenças de pele: estresse e ansiedade podem causar irritações no corpo

Os resultados da pesquisa mostraram que pessoas sedentárias há pelo menos dois anos antes da pandemia, tinham maior risco de desenvolver quadros mais graves da doença, em comparação àquelas que praticavam exercícios físicos.

Leia também   5 alternativas fáceis para controlar definitivamente a ansiedade

“A prática constante de atividades físicas, entre outros benefícios, é capaz de fortalecer os sistemas imunológico e o respiratório. Com isso, é reduzida a possibilidade do agravamento de diversas doenças, como a Covid-19”, comenta o ortopedista e Médico do Esporte da Clínica SO.U, Dr. Pedro Baches.

O estudo também aponta que a inatividade é um fator de risco maior do que as demais comorbidades listadas como agravantes da infecção pela Covid-19. Entre elas hipertensão, diabetes, obesidade, doenças cardiovasculares e câncer, perdendo somente para idade avançada e histórico de transplante de órgãos.

“O sedentarismo, no meu ponto de vista, é comparável a uma doença crônica. Ou seja, não é o simples fato de não fazer exercícios, mas uma condição que gera aumento da gordura corporal, diminuição da capacidade cardiovascular, diminuição das massas muscular e óssea, entre outros efeitos. Isso pode levar ao aparecimento de situações graves, como infarto do miocárdio, AVC e diabetes”, diz o médico.

Leia também   HRC retoma cirurgia geral e ortopedia nesta segunda (27)

Mantenha os exercícios físicos em segurança

Os responsáveis pelo estudo sugerem que órgãos de saúde e do governo, incentivem os exercícios físicos neste período da Covid-19 como uma forma de prevenção de casos que sejam necessários hospitalização, cuidados intensivos e, até mesmo, que possam levar o paciente à óbito.

“Mais uma vez, percebemos a importância de lutar contra o sedentarismo, como uma forma de promoção de saúde e prevenção de doenças. Com a prática regular de exercícios por, pelo menos, 3 vezes na semana, é possível rapidamente sentir os benefícios”, diz o médico. Ele ainda, dá dicas de como manter os treinos neste período em segurança:

Leia também   Mais de 60 postos funcionam neste sábado para vacinação contra o sarampo

1) Mantenha alimentação saudável e consumo adequado de água;

2) Escolha um local da casa espaçoso e ventilado;

3) Use roupas apropriadas;

4) Opte por exercícios já conhecidos;

5) Se possível, consulte um profissional para auxiliá-lo remotamente durante a pandemia do Covid-19.

Para os que estão inativos, é importante começar devagar e ir aumentado a intensidade gradativamente, para não sobrecarregar o organismo ou se expor à possibilidade de uma lesão. Então, está aí, mais um motivo para incluir as atividades físicas na sua rotina.

(Sportlife)

Read Previous

Goiás recebe 161,2 mil doses de vacinas contra Covid-19

Read Next

Marconi Perillo quer voltar ao poder em 2022 para escapar da cadeia