• 27 de novembro de 2021

OAB no DF reelege Délio Lins e Silva Júnior para o próximo triênio

Por Estadão Conteúdo

A seccional da Ordem dos Advogados do Brasil no Distrito Federal (OAB-DF) reelegeu neste domingo, 21, o advogado Délio Lins e Silva Júnior para comandar a entidade por mais um triênio. Pela primeira vez, a votação foi essencialmente online, por causa da pandemia, mas urnas de apoio foram instaladas em quatro pontos da capital federal.

Veja também

Bolsonaro diz que deputados que aplaudiram Lula no Parlamento Europeu são malucos

O resultado foi divulgado no início da noite em apuração transmitida ao vivo da sede da OAB-DF. Pouco mais de 38 mil advogados aptos a votar participaram da eleição.

Leia também   Mãe sobre mulher que sequestrou seu bebê: “Eu a perdoo”

O criminalista pediu licença da presidência para disputar a reeleição pela chapa ‘Avança Mais OAB’, com a advogada Lenda Tariana como vice.

Antes de assumir o cargo máximo da seccional, passou também pelas comissões de direitos humanos e de apoio ao advogado iniciante. Pós-graduado em direito penal econômico, Délio é mestre e doutorando em ciências jurídico-criminais pela Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra, em Portugal.

A campanha teve apoio da apresentadora Xuxa, que foi cabo eleitoral de Ticiano Figueiredo, advogado da artista e candidato a conselheiro na chapa vencedora, e do cantor César Menotti.

Leia também   Apresentadores pré-candidatos devem se afastar da função em rádio e TV

A vitória ainda precisa ser confirmada pela Comissão Eleitoral da OAB-DF, o que deve acontecer nos próximos dias.

Diante de denúncias de fraudes na política de cotas raciais, que passou a ser obrigatória nesta eleição e estabelece a reserva de 30% das vagas a candidatos negros e pardos, o colegiado decidiu no sábado suspender o registro de todas as candidaturas.

As chapas foram colocadas sub judice até que a subcomissão de heteroidentidade analise se a norma foi de fato cumprida.

Em caso de impugnação da chapa vencedora, será dado um prazo de cinco dias para adequação às novas regras.

Leia também   Bolsonaro cumpre metas dos primeiros 100 dias

Com a votação, o presidente reeleito desbancou os adversários Evandro Pertence (Ouvir Adv, Mudar OAB), Guilherme Campelo (A Nova Ordem), Renata Amaral (A Nossa Ordem é Democrática) e Thais Riedel (Você na Ordem).

Veja as principais propostas da chapa vencedora:

* Empregabilidade, austeridade e modernidade;

* Aperfeiçoamento profissional da classe;

* Defesa intransigente das prerrogativas profissionais;

* Cuidado e assistência à advocacia;

* Compromisso com a jovem advocacia e com a advocacia sênior:

* Compromisso com a advocacia pública;

* Compromisso com as subseções;

* Cultura e lazer;

* Promoção da igualdade racial, paridade real e acessibilidade;

* Fortalecimento da democracia interna do sistema OAB e com a sociedade.

Read Previous

Itália tem mais 9.709 casos e 46 mortes por Covid-19

Read Next

Uma de 270 vagas de emprego desta segunda pode ser sua