• 8 de agosto de 2022

Pfizer pede que EUA aprovem tratamento oral contra covid-19

Por Agência Brasil 

A Pfizer informou nesta quinta-feira (30) que está buscando a aprovação total dos Estados Unidos (EUA) para seu tratamento antiviral oral para covid-19 – o Paxlovid –  que está atualmente disponível sob autorização de uso emergencial.

Veja também

OMS avalia decretar varíola dos macacos uma emergência de saúde global

A Pfizer disse que enviou pedido sobre o Paxlovid à Agência de Alimentos e Medicamentos (FDA) dos EUA para tratamento da covid-19 em pessoas vacinadas e não vacinadas, com alto risco de progressão para doença grave.

Leia também   Vacinas para bebês da Pfizer e Moderna são examinadas por especialistas nos EUA

O tratamento com dois medicamentos por cinco dias, começando logo após o início dos sintomas da doença, reduziu o risco de hospitalização ou morte em 88%, em pacientes adultos de alto risco não hospitalizados. O ensaio clínico da Pfizer, não incluiu pessoas vacinadas.

Dados de estudo feito neste mês em Israel mostraram que o Paxlovid reduziu as taxas de hospitalização e mortalidade por covid-19 em pacientes vacinados e não vacinados com 65 anos ou mais, mas não foi observado para prevenir doenças graves entre adultos mais jovens.

Mais de 1,6 milhão de tratamentos de Paxlovid foram administrados nos Estados Unidos, de acordo com dados do Departamento de Saúde e Serviços Humanos.

Leia também   Na 'Páscoa da guerra', Papa Francisco faz críticas implícitas à Rússia

Read Previous

ICMS DOS COMBUSTÍVEIS | Ibaneis diz que DF está preparado para reduzir teto do imposto e garante continuidade dos programas sociais e obras em andamento

Read Next

Cada partido de uma federação deve cumprir cota feminina, reforça TSE