• 14/06/2024

Cores de esmalte em alta em 2024

Escolher a cor do esmalte às vezes se torna uma tarefa difícil, não é mesmo? Por isso, a todateen separou as cores de esmalte que estarão em alta em 2024. Assim, a missão de arrasar na cor das unhas se torna fácil.

Veja também

Confira as tendências de moda para 2024

Esmalte lavanda

A cor lavanda faz parte dos tons pastéis e é delicada e marcante. Com esse esmalte, você pode soltar a criatividade e decorar a unha de diferentes formas. Aliás, essa é uma excelente cor para quem deseja uma unha bem “menininha”.

Leia também   Make de inverno: especialista dá dicas para você não errar na hora de se maquiar
Tons de lavanda –
Tons de lavanda – Foto: Pinterest / todateen

Vermelho tomate

O bom e velho vermelho nunca sai de moda, não é mesmo? Esse esmalte é aquele que você pode passar em qualquer ocasião que estará elegante. Porém, agora em 2024, a tonalidade de vermelho em alta é o vermelho tomate, um tom mais aberto.

Unhas com vermelho tomate –
Unhas com vermelho tomate – Foto: Pinterest / todateen

Esmalte pêssego

A cor pêssego foi eleita a cor do ano pela Pantone. Por isso, esse tom estará presente em diversos lugares, como na decoração e na moda. Aliás, os esmaltes pêssego virão com tudo, com diferentes tons.

Cor pêssego –
Cor pêssego – Foto: Pinterest / todateen

Azul bebê

O azul bebê, assim como vermelho, também não é nenhuma novidade. No entanto, ele volta com tudo em 2024 e é uma excelente opção para esmaltes. Aproveite essa cor e solte a criatividade na decoração.

Leia também   Tiara grossa é alternativa estilosa para videochamadas
Unha azul bebê –
Unha azul bebê – Foto: Pinterest / todateen

Rosa claro

A cor rosa claro é uma ótima opção de esmalte para fazer unhas diferentes. Aliás, ela estará em alta em 2024, principalmente nos tons pastéis ou em variações translúcidas.

Esmalte rosa claro –
Esmalte rosa claro – Foto: Pinterest / todateen

todateen

 

Read Previous

Primeiras doses da vacina do SUS contra dengue chegam ao Brasil

Read Next

Lula teme desaceleração, e governo mapeia medidas para aumentar o PIB