• 26 de setembro de 2021

Governo de Goiás implanta reconhecimento facial em escolas da rede estadual do Entorno do DF

143 unidades de ensino receberão sistema que registra frequência. Equipamento também afere temperatura da pessoa identificada como parte do protocolo de segurança contra Covid-19 para retorno às aulas presenciais. Coordenações regionais e sede da Seduc também terão tecnologia que chega aos demais prédios da Pasta, em 2022. “Nós já reformamos mais de mil escolas. Cada centavo aplicado na educação traz resultados para professores e alunos”, destaca governador Ronaldo Caiado

Veja também

Governo de Goiás abre consulta de preço para compra de vacina contra Covid-19 para imunizar 1 milhão de pessoas

O Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), está instalando, em 143 unidades de ensino da região do Entorno do Distrito Federal, um sistema de reconhecimento facial que registra a presença dos alunos e servidores da pasta. O equipamento também afere a temperatura da pessoa identificada como parte do protocolo de segurança contra a Covid-19 para retorno às aulas presenciais.

Leia também   Detran investe na internet para acabar com as filas

“Nós já reformamos mais de mil escolas. Cada centavo aplicado na educação traz resultados para os professores e alunos. Ver nossas cozinhas reformadas, equipamentos nas escolas, tudo isso dá uma autoestima enorme em nossas crianças que retornam as aulas”, afirma o governador Ronaldo Caiado sobre os investimentos na educação.

O recurso entra em operação em agosto e garante mais segurança para os pais dos estudantes da rede estadual. A secretária da Educação, Fátima Gavioli, afirma que essa ação mostra o cuidado que o Governo do Estado tem para com os alunos. “O estudante entra na escola, passa pela máquina e o sistema vai aferir a temperatura e registrar a frequência”, informou. “Assim, o transporte escolar e a cozinha tomam conhecimento da presença dele. Depois de 20 minutos, o pai ou responsável também recebe uma mensagem informando que o filho está na escola”, explicou.

Leia também   Evento discute fortalecimento do turismo goiano

A novidade foi apresentada pelo superintendente de Tecnologia da Seduc Goiás, Bruno Marques Correia, aos coordenadores regionais, assessores pedagógicos e financeiros.

Segundo o superintendente, o sistema já está sendo implantado também nas 40 coordenações regionais e na sede centralizada da Seduc. “Para as demais instituições de ensino, essa tecnologia entrará em atividade a partir de janeiro de 2022”, revelou ele.

Neste primeiro momento o sistema será instalado em todas as unidades escolares da rede estadual de ensino da região do Entorno do Distrito Federal. São contemplados os municípios de Águas Lindas de Goiás, Mimoso de Goiás, Padre Bernardo, Santo Antônio do Descoberto, Abadiânia, Alexânia, Cocalzinho de Goiás, Corumbá de Goiás, Pirenópolis, Cabeceiras, Formosa, Vila Boa, Cristalina, Luziânia, Cidade Ocidental, Novo Gama, Valparaíso de Goiás, Água Fria de Goiás e Planaltina.

Leia também   Dois programas do Governo de Goiás são destaque em estudo da OCDE que avalia políticas educacionais adotadas durante pandemia

Foto: Seduc

(Secretaria de Estado de Educação (Seduc) – Governo de Goiás)

Read Previous

Criados 146 mil novos postos de trabalho no DF em um ano

Read Next

Adolescentes serão vacinados depois que todos os adultos tomarem a 1ª dose