• 20/06/2024

Atleta do Piauí se destaca em trilha de 57 km na renomada competição internacional Paraty Brazil by UTMB

O atleta piauiense Paulo Gomes, mais conhecido como Palomi, se destacou na prova internacional de trail running Paraty Brazil by UTMB, que ocorreu neste fim de semana, em Paraty, no Rio de Janeiro. Palomi concluiu a corrida em 12 horas, 46 minutos e 19 segundos e chegou em 90° lugar na classificação de sua categoria, a masculina com idade de 20 a 34 anos. Ao todo, participaram 4 mil atletas de 29 países.

A competição atraiu trail runners de todos os cantos do país e do mundo e apresentou provas divididas por distâncias de 24km, 33km, 55km e 107km, que variaram de acordo com as trilhas percorridas. Palomi largou às 6h do dia 23 e enfrentou um percurso técnico, íngreme e muito exigente, em meio a terrenos urbanos, rurais e montanhosos.

“Já participei de diversas competições de trail running e estou acostumado com longas distâncias. Mas essa foi a prova mais difícil da minha carreira de trail runner que começou há 3 anos”, analisou o atleta.

Segundo Palomi, foi um grande desafio, mas “correr admirando as belezas naturais de Paraty ajudou muito a vencer esse desafio”. “Viver o momento, apreciando a natureza é o que sempre me dá gás para concluir bem o percurso”, afirma Palomi.

Leia também   Corrida de Reis será na noite do dia 25 de janeiro

Partindo do centro histórico de Paraty, ao nível do mar, o atleta passou por trilhas técnicas em, estradas de asfalto, areia, terra e pela Mata Atlântica, chegando a quase 1.500m de altitude, em um dos percursos de 50km mais desafiadores do Brasil.

Trilha íngreme

Nos 57,25 km percorridos por Palomi, o atleta totalizou 2.577 metros de altimetria em 35 km do percurso. “Muita gente não entende sobre altimetria, mas ela é a soma de todas as minhas subidas durante a prova. Até o quilômetro 35.7 da prova, a gente só subiu”, explicou o trail runner, emocionado.

“Estou orgulhoso com o resultado. Essa foi a prova mais difícil que já participei como trail runner”, comemora.

Trabalho e esporte

Durante os últimos três anos, a corrida pela natureza tem se tornado uma válvula de escape para Paulo Gomes em meio ao agito da rotina de trabalho acelerada. Isso porque, quando não está nas ultramaratonas, Palomi trabalha produzindo e vendendo biscoitos e bolos de polvilho, além de também atender a eventos como garçom.

Leia também   Jogos da Copa do Mundo hoje, segunda-feira, 21

E é com muito esforço que o piauiense de Piracuruca divide o tempo do seu trabalho no ramo alimentício com a paixão que tem pelo trail running. Desde a produção de petas na cidade ao Norte do Piauí até a venda dos produtos em Teresina, tudo tem a supervisão de atleta.

“O dia a dia é duro e corrido, mas o esporte recompensa sempre”, diz Palomi.

Atleta de Brasília também brilha em Paraty

O atleta de Brasília Eduardo Camargo, de 30 anos, também esteve na corrida em Paraty. O rapaz, que pratica trail running há mais de 10 anos, conta que o calor e a altimetria deixaram a competição ainda mais desafiadora.

“Foi uma prova muito dura. O calor estava muito forte e a distribuição da altimetria em relação à distância da prova estava muito puxada. Fizeram uma altimetria de 2.500m subindo em 35 km, o que é muito desafiador, é uma subida bem inclinada. Mas a organização da prova estava muito boa, com vários pontos de hidratação, alimentação e resgate”, comenta.

Duda Camargo deixa um recado para quem quiser praticar trail running. “Divirta-se, aproveite a paisagem e aproveite para se desafiar. Desfiar-se sempre te leva mais longe. E em cada percurso percorrido, dá uma paradinha e olha para trás. Contemplar as imagens que são deixadas para trás proporcionam um momento único de conexão com a natureza”, aconselha o atleta.

Leia também   Brasileiros concorrem a prêmios de ondas gigantes

Patrocínio

A agência Qu4tro Comunicação e Assessoria Estratégica, de Brasília, é a patrocinadora oficial e exclusiva do atleta Paulo Gomes e tem como valor e compromisso investir em responsabilidade social dentro e fora do Distrito Federal.

“Palomi é um atleta dedicado, comprometido e sempre pronto para novos desafios. O resultado dele no desafio em Paraty demonstra isso”, afirma a CEO da empresa, Claudia Marques.

Ela também lembra que o trabalho de responsabilidade social realizado pela Qu4tro é um somatório de atos da empresa que direcionam suas atividades para o bem-estar social. “Na nossa agência de comunicação, os negócios visam o interesse coletivo e não somente os lucros, uma vez que priorizamos o todo”, enfatiza ela lembrando que, em Dezembro, Palomi vai participar de mais um desafio que será o Delta do Parnaíba, no Piauí.

 

Read Previous

Hiperatividade e impulsividade na infância estão associadas a maior risco de isolamento social

Read Next

Durante o fim de semana, a fiscalização autuou 267 condutores que estavam alcoolizados