• 21/06/2024

Operação fiscaliza transporte irregular de passageiros

A Secretaria de Transporte e Mobilidade (Semob) participou de operação, nessa terça-feira (19), para coibir o transporte irregular de passageiros e outras irregularidades do serviço de transporte individual.

O objetivo da operação realizada na DF-450 foi proporcionar maior segurança aos usuários do transporte público coletivo e individual, além de evitar possíveis fraudes contra o sistema | Foto: Divulgação/Semob

A ação foi realizada na DF-450, na altura do Park Shopping, com participação de agentes da Subsecretaria Fiscalização, Auditoria e Controle (Sufisa), da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), do Departamento de Trânsito do DF (Detran-DF) e da Polícia Militar do DF.

“A operação foi mais educativa. O objetivo foi melhorar o embarque dos passageiros nas paradas”

Zeno Gonçalves, secretário de Transporte e Mobilidade

Leia também   Confira a programação completa do Brasília Iluminada

O objetivo foi proporcionar maior segurança aos usuários do transporte público coletivo e individual, além de evitar possíveis fraudes contra o sistema. “A operação foi mais educativa. O objetivo foi melhorar o embarque dos passageiros nas paradas”, complementa o secretário de Transporte e Mobilidade, Zeno Gonçalves.

Segundo o subsecretário da Sufisa, Junio Nicola, a reclamação dos usuários que precisam pegar o transporte público no local onde foi realizada a operação é frequente. “Os carros pequenos de aplicativo ou passeio estacionam nas paradas, impedindo o acesso dos ônibus que, com isso, têm que parar no meio da rua atrapalhando o trânsito”, resume.

Leia também   Força-tarefa do Hospital de Base realizou 567 cirurgias desde julho

A Semob tem intensificado a fiscalização para coibir casos que configurem transporte irregular de passageiros por meio de aplicativo, como, por exemplo, em casos que o motorista aborda o passageiro nas saídas do Terminal Rodoviário Interestadual de Brasília e do Aeroporto Internacional e oferece a corrida com o aplicativo desligado.

Nos demais casos em que a abordagem de passageiros acontece por motoristas não regulamentados, a infração está prevista no Código de Trânsito Brasileiro (CTB), quando as multas são lavradas pelos órgãos responsáveis de trânsito e de fiscalização.

(Agência Brasília)

Read Previous

Receita abre consulta a lote residual de restituição do IR

Read Next

Linhas de ônibus ganharão reforço por causa de suspensão dos serviços do Metrô