• 16/06/2024

Gama terá uma Policlínica de maior porte, após a articulação de Eduardo Pedrosa

As obras da Policlínica do Gama iniciaram nesta terça-feira (02) e prometem transformar o local na maior unidade do Distrito Federal. O deputado distrital Eduardo Pedrosa (União) desempenhou um papel fundamental nesse projeto ao articular com os dirigentes da Policlínica e buscar uma solução para a crescente demanda da cidade.

Veja também

Liberados R$ 35,1 milhões para pagamento de Cartão Prato Cheio e DF Social

Ao perceber que o espaço atual não comportava mais a demanda, Pedrosa recebeu a sugestão de buscar um novo local para a Policlínica. A proposta era ocupar o prédio do antigo Fórum, que encontrava-se abandonado. O deputado agiu prontamente, enviando um ofício ao então presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Romeu Neiva, solicitando a cessão do prédio para a instalação da Policlínica.

Leia também   Mais calor: temperatura no DF deve chegar a 34°C nesta terça-feira (17/9)

Após várias conversas, o TJDFT concordou em ceder o prédio, marcando um avanço significativo no projeto. Para viabilizar a obra, Pedrosa destinou uma emenda de R$ 300 mil, além de mais R$ 190 mil para a compra de insumos. O contrato de cessão do prédio foi assinado por Roberto Policarpo, superintendente da Superintendência de Patrimônio da União.

Demonstrando seu comprometimento, o deputado também alocou recursos adicionais no orçamento de 2024, garantindo que a construção seja concluída o mais rápido possível. “A Policlínica do Gama atende 24 especialidades e terá a capacidade de ampliar a oferta de serviços. A mudança para um espaço maior e independente é fundamental para otimizar a eficiência dos serviços, aproveitando ao máximo a dedicação dos servidores e proporcionando um atendimento de qualidade à população local”, comemora o deputado.

Leia também   Quarta parcela do IPTU começa a vencer a partir desta segunda (21)

Read Previous

Dicas para ser mais saudável em 2024

Read Next

Portabilidade da dívida do cartão trará maior controle ao consumidor