• 3 de dezembro de 2020

Como fazer aromaterapia para emagrecer

A aromaterapia pode ajudar a emagrecer pois é capaz de estimular o cérebro e melhorar a disposição mental e psicológica, tornando mais fácil seguir uma dieta e manter uma rotina de exercício frequente.

Leia Mais

Emagrecimento: melhores alimentos para perder peso depois dos 30 anos

Além disso, alguns óleos usados em aromaterapia também podem diminuir o apetite, além de aliviar situações de ansiedade ou depressão, que estão muitas vezes associadas ao excesso de fome e à vontade de comer alimentos mais calóricos.

A aromaterapia não deve ser utilizada como técnica única para perder peso, mas pode ser utilizada como um complemento para a dieta e exercício físico. O ideal é que, para obter os melhores resultados, se consulte um aromaterapeuta.

5 óleos essenciais que ajudam a emagrecer

Para usar estes óleos essenciais deve-se cheirar diretamente o frasco do óleo, inspirando fundo, mantendo o ar preso nos pulmões por 2 segundos e expirando de seguida. Estas inalações devem ser feitas durante todo o dia e antes das refeições. De início, deve-se fazer 3 a 5 inalações por 10 vezes ao dia e depois ir aumentando até 10 inalações, dez vezes por dia.

Leia também   Malhar antes do café da manhã queima mais gordura, diz estudo

Estes óleos essenciais não devem ser ingeridos sem o aconselhamento de um aromaterapeuta, pois podem causar queimaduras graves do trato digestivo.

1. Laranja-amarga

O óleo essencial de laranja-amarga tem excelentes propriedades para reduzir a vontade de comer, especialmente em pessoas que têm excesso de fome associado a instabilidade emocional. Dessa forma, este óleo pode ser inalado ao longo do dia para diminuir as crises de fome, mas também antes das refeições, para evitar a ingestão exagerada de alimentos.

2. Canela

A canela já é conhecida como um alimento que pode ser adicionado na dieta para aumentar o metabolismo e queimar mais gordura, no entanto, ela também pode ser usada na aromaterapia para melhorar a ação da insulina no corpo.

Leia também   DF tem novos focos de incêndio; o calor e a seca continuam no fim de semana

Desta forma, o açúcar no sangue é utilizado mais facilmente pelas células de todo o organismo, diminuindo o acúmulo de gordura na barriga. Este óleo essencial não deve ser usado por grávidas, pois estimula a contração do útero, podendo resultar em um aborto espontâneo.

3. Hortelã-pimenta

O aroma de hortelã-pimenta estimula o cérebro a diminuir a vontade de comer, permitindo que se ingira menos calorias durante o dia.

Além disso, também é possível que este aroma relaxe os músculos do estômago, reduzindo o inchaço da barriga e melhorando a liberação de bile, o que ajuda a digerir as gorduras e a permitir que a comida passe mais depressa pelo corpo.

Leia também   Onda de calor deve permanecer até a segunda quinzena de outubro

4. Bergamota

A bergamota diminui os sentimentos de ansiedade e tristeza, que podem levar ao consumo excessivo de comida de forma a provocar uma sensação de conforto e alívio que ajuda a afastar as sensações negativas.

Desta forma, o aroma deste óleo essencial interrompe esse ciclo ao deixar a pessoa mais revigorada e com pensamentos mais positivos, evitando a ingestão exagerada de comida que dificulta o emagrecimento.

5. Toranja

O óleo essencial de toranja contém Nootkatone, uma substância rara que estimula a produção de uma enzima que aumenta os níveis de energia e a taxa de metabolismo do corpo, impedindo o ganho excessivo de peso e facilitando a queima de gordura. Além disso, também contém limoneno, o que aumenta o efeito de queima de gordura e de diminuição do apetite.

(Tua Saúde)

 

Avatar

Destaque DF

Read Previous

Ministério da Saúde se desmente e nega compra de vacina

Read Next

Mais fluidez para 50 mil veículos no DF