• 27 de outubro de 2020

Bolsonaro faz indicações para diretorias da ANA, Anac, Antaq e ANPD

O presidente Jair Bolsonaro encaminhou ao Senado várias indicações para diretores da Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA), Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) e Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD). As indicações estão publicadas em edição extra do Diário Oficial da União que circula na noite desta quinta-feira, 15.

Leia Mais

XP/Ipespe: Bolsonaro lidera as intenções de voto para 2022

Para a diretoria da ANA, na vaga decorrente do término do mandato de Ney Maranhão, o presidente indicou o nome de Vitor Eduardo de Almeida Saback, que atualmente é assessor especial do Ministério da Economia.

Leia também   Dia dos Pais: homens trans dão lição de amor e respeito

O atual diretor-presidente substituto da Anac, Juliano Alcântara Noman, foi indicado para exercer efetivamente o cargo, na vaga decorrente do término do mandato de José Ricardo Pataro Botelho de Queiroz. Também para a Anac estão sendo indicados para a diretoria o nome de Tiago Sousa Pereira, no mandato a iniciar em 20 de março de 2021, decorrente do término do mandato de Hélio Paes de Barros Júnior, que renunciou; Rogério Benevides Carvalho na vaga decorrente do término do mandato de Ricardo Fenelon das Neves Júnior. Tiago Pereira já está atuando como diretor substituto da agência reguladora.

Leia também   Bolsonaro inaugura hospital de campanha para covid-19 em Águas Lindas

Bolsonaro também indicou o nome de Flávia Morais Lopes Takafashi para exercer o cargo de diretora da Antaq, na vaga decorrente do término do mandato de Francisval Dias Mendes em 18 de fevereiro de 2021.

O presidente indicou ainda o nome de Waldemar Gonçalves Ortunho Junior para exercer o cargo de diretor-presidente do Conselho Diretor da Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD), com mandato de seis anos. Também foram indicados para a direção do conselho diretor da ANPD os nomes de Joacil Basilio Rael, com mandato de quatro anos; Nairane Farias Rabelo Leitão, com mandato de três anos; Miriam Wimmer, com mandato de dois anos; e Arthur Pereira Sabbat, com mandato de cinco anos.

Leia também   Como o GDF mapeia dados para combater feminicídio

Todas essas indicações precisam ser apreciadas e aprovadas pelo Senado Federal para que a nomeação ao cargo seja efetivada.

(Estadão Conteúdo)

Avatar

Destaque DF

Read Previous

Magistério e Assistência terão novo Plano de Cargos e Salários

Read Next

Detran-DF autua 10 motoristas embriagados