• 17 de junho de 2021

OPINIÃO | O dilema da volta às aulas presenciais ou remotas

Por Fabiana Oliveira*

O ano de 2021 mal começou e já nos deparamos com a volta às aulas presenciais nas escolas. Enfim, o tal “novo normal”, cheio de incertezas geradas pela pandemia, torna a nos preocupar.

Apesar de algumas instituições privadas de educação oferecerem a opção do aluno ter aula presencial ou remota, ou usufruir das duas coisas ao mesmo tempo, cabe a família analisar suas necessidades e prioridades para tomar a melhor decisão.

As aulas nas escolas particulares iniciam na próxima segunda-feira, dia 1º de fevereiro. Já na rede pública, o retorno do ano letivo está previsto para o dia 8 de março, mas o cenário ainda será avaliado antes de uma definição.

Leia também   O canto da gente, a gente escolhe – por Izalci Lucas

Depois de um ano desafiador como o de 2020, nossas crianças e nós, como família, vivenciamos várias mudanças em nossas rotinas diárias, não só quanto a vida escolar. Adquirimos novos hábitos e estamos nos adaptando a uma nova forma de viver.

Quase um ano fora do ambiente escolar, muitas crianças ainda sofrem com essa adaptação e ainda precisam encarar problemas emocionais que surgiram com a pandemia e agora, com certeza, devem estar ansiosas pela volta às aulas.

O que nos serve como alento é que a maioria das escolas investiram em mudanças se adaptando as exigências e protocolos de segurança para garantir o bem-estar e a saúde de seus alunos, professores e toda comunidade escolar.

Leia também   Ensino híbrido é tendência para a vida escolar no mundo pós-pandemia

Quanto ao questionamento que fazemos em nosso subconsciente se estamos tomando a decisão certa ou não? Se eles devem continuar remoto ou retomar as aulas presencias? Enfim, temos que seguir em frente e orientá-los sobre os cuidados que devem ser tomados e entendam a importância da escola e seus ensinamentos em suas vidas.

2021 será um ano desafiador e tomara que possamos conter esse vírus responsável por mudar toda a nossa forma de viver. A vacina que já está aí e tão logo será a nossa vez. Vamos seguir otimistas, pois esse momento de distanciamento social está chegando ao fim e ficará em nossa memória as lições e aprendizados adquiridos nestes tempos.

Leia também   O compartilhamento de dados no Setor Público frente à LGPD - Por Menndel Macedo

*Fabiana Oliveira é jornalista com especialização em Estratégia Competitiva nas Organizações, blogueira e editora-chefe do Destaque DF.

Read Previous

Enem digital é aplicado hoje em 104 cidades

Read Next

“Goiás não terá ponto facultativo no carnaval”, anuncia Caiado durante live