• 28 de maio de 2020

Lorenzoni revela que governo avalia aumentar parcelas do auxílio emergencial

Em entrevista à Sala de Imprensa da ABBP – Associação dos Blogueiros de Política do Distrito Federal e do Entorno, na manhã desta sexta-feira (22), o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, falou sobre os programas de transferência de renda do governo Bolsonaro, como o auxílio emergencial e também teceu comentários sobre a política nacional e do seu estado, o Rio Grande do Sul.

Lorenzoni revelou que o governo federal avalia a possibilidade de prorrogação do auxílio emergencial durante o período de enfrentamento a pandemia. No entanto, o ministro foi cauteloso e disse que o tema está sendo analisado e estudado com muito cuidado pelo governo para não criar falsas expectativas.

Ainda não temos o comando para trabalhar além dos três meses de auxílio emergencial”, afirmou o ministro.

O ministro citou que além desse benefício, o governo também dispõe de outros auxílios aos trabalhadores, que tiveram seus ganhos reduzidos em função da pandemia de Covid-19. Segundo Onyx, um dos objetivos do governo é proteger mais de 7,5 milhões de empregos e garantir que cerca de 36 milhões de pessoas que são contempladas com benefício previdenciário, a exemplo do Benefício de Prestação Continuada, o BPC, sejam atendidas.

Durante a coletiva, Onyx Lorenzoni observou que atualmente mais da metade da população do Brasil, recebe algum benefício por meio de programas sociais do governo federal.

Toda essa estrutura vai estar atendendo 119 milhões de pessoas“, enfatiza Lorenzoni.

( Da Redação por Fabiana Oliveira)

Destaque DF

Read Previous

Anvisa aprova teste de anticorpos para o coronavírus criado pela Roche

Read Next

Caixa abre neste sábado para pagamento do auxílio emergencial

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *